Desafio para os profissionais de TI: como podemos ajudar o desenvolvimento do nosso país?

Publicado por Adriano Neves em Formação & Carreira

Segundo a Brasscom, Associação Brasileira de Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação, este mercado emprega atualmente mais de 1,3 milhão de pessoas e mesmo no momento de crise por qual estamos passando existem mais de 50 mil vagas em aberto.

Existe ainda uma previsão de abertura de mais 750mil vagas nos próximos quatro anos e uma expectativa de que haja um déficit de 400 mil profissionais de tecnologia até 2022.   

Segundo um estudo global encomendado pela Dell e realizado pelo IDG Research Service, 78% dos executivos acreditam que digitalizar negócios aumenta receitas, o que torna ainda mais fundamental a formação destes profissionais para que os negócios no brasil se tornem mais relevantes e competitivos.

Seriam os cursos tecnólogos uma resposta eficiente a esta demanda? No curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas do Centro Tecnológico Positivo, 93% dos alunos, incluindo os calouros, já estão empregados e média de salário é de R$ 8 mil a R$ 10 mil.

A Microsoft desenvolveu um programa Students to Business (S2B) que é uma capacitação gratuita de cerca de 80 horas/aula em tecnologias Microsoft para estudantes de ensino médio, técnico e superior. O objetivo do programa é fazer a ligação entre novos profissionais em busca de uma oportunidade no mercado e empresas com demanda de mão-de-obra qualificada. O S2B já formou mais de 1300 alunos deste 2006.

Ainda temos o desafio de entender as novas demandas deste mercado, que exigem do profissional de tecnologia além do conhecimento tradicional de algoritmos e ferramentas de desenvolvimento, conhecimentos especializados como inteligência artificial, internet das coisas, rede sociais, modelagem de dados, conhecimento de negócios, design, entre outros.

Estaria você preparado para exercer novos papéis? Vale testar alguns serviços na Internet que ajudam o profissional a entender o seu gap de competências e conhecimento com base nas novas demandas de vagas no mercado.

CarrerBuilder: http://coach.careerbuilder.com/

Upscored: http://upscored.com

Existiriam opções mais inovadoras na formação deste profissional? Como podemos preparar nossos jovens para transformar o Brasil? Como deve ser a participação do governo e das empresas empregadoras?

Seria um papel adicional de empresas online como LinkedIn e Monster ou novos negócios irão surgir para resolver este déficit de profissionais de tecnologia da informação?

Talvez este seja um papel de todo nós, profissionais que trabalham neste setor. Se cada um de nós nos responsabilizarmos por estimular um novo profissional a se capacitar para entrar neste mercado resolveremos este déficit de profissionais e ajudaremos o Brasil a se tornar mais competitivo.

Aceita o desafio? O que você irá fazer hoje para ajudar o nosso país?

Adriano Neves

Graduado em Engenharia Elétrica pela USP e Mestre em Administração de Empresas pela FGV, tem um comportamento empreendedor forte e em sua carreira, iniciando novos negócios em grandes empresas, desenvolvendo novos produtos e serviços, implementando as mudanças relevantes em departamentos existentes e criando segmentos verticais da indústria . Ocupou cargos de gestão de vendas em empresas como a Microsoft, J.D.Edwards e Grupo Abril, e hoje atua como diretor de vendas para Saúde, Educação e Governo na Avanade do Brasil, joint venture entre Accenture e Microsoft.


Mais sobre o tema


Mais de Adriano Neves

 


Apoio

Compartilhe!

Compartilhe com os seus contatos e amigos essa experiência importante que pode potencializar muito sua formação e capacitação profissional.

Assine nossa newsletter!

Cadastre aqui o seu e-mail e saiba das novidades, campanhas e novos benefícios para visitantes e assinantes do Portal!

Entre em contato!

Fale conosco! Tire suas dúvidas, deixe suas sugestões, elogios e críticas sobre o Portal para podermos melhorar sempre!

Fale conosco!